29 de ago de 2010

ATITUDES MENTAIS (corpo e mente)

A T I T U D E S       M E N T A I S        a) A mente Humana
  (corpo e mente em sintonia)              b) Pensamentos positivos
                                                                     c) Estratégias mentais
                                                                      d) Porteiro do prostíbulo
                                                                        e) Meu coração e minha língua
                                                                           f) Quatro velas e uma criança
                                                                            g) O sentido da riqueza
                                                                             h) Seu maior tesouro
                                                                               i) Valores familiares
a) A MENTE HUMANA
A mente humana grava e executa tudo que lhe é enviado, seja através de palavras, pensamentos ou atos, seus ou de terceiros, sejam positivos ou negativos, basta que você aceite-os. Essa ação sempre acontecerá, independente de trazer resultados positivos ou negativos para você.                                                           .
Um cientista queria provar essa teoria e precisava de um voluntário que chegasse às últimas consequências. Conseguiu um em uma penitenciaria. Estava condenado à morte e seria executado na cadeira elétrica.
Propôs a ele o seguinte: -"Participaria de uma experiência científica, na qual seria feito um pequeno corte em seu pulso, o suficiente para gotejar seu sangue até a gota final."                                                              
Ele teria uma chance de sobreviver, caso o sangue coagulasse. Se isso acontecesse, seria libertado; caso contrário, faleceria pela perda do sangue. Porém, teria uma morte sem sofrimento e sem dor.
O condenado aceitou, pois era preferível desse jeito à morrer na cadeira elétrica e ainda teria uma chance de sobreviver.           
O condenado foi colocado numa cama alta dum hospital e amarram seu corpo para que não se movesse. Vendaram seus olhos e fizeram um pequeno corte em seu pulso. Abaixo do pulso, foi colocada uma pequena vasilha de alumínio. Foi dito ao condenado que ouviria o gotejar do sangue na vasilha.
O corte foi superficial e não atingiu nenhuma artéria ou veia, mas foi o suficiente para sentisse que seu pulso fora cortado. Sem que ele soubesse, debaixo da cama, tinha um frasco de soro com uma pequena válvula. Ao cortarem o pulso, abriram a válvula do frasco para que acreditasse que era o sangue dele que estava caindo na vasilha de alumínio. Na verdade, era o soro do frasco que gotejava!
De dez em dez minutos, o cientista, sem que o condenado visse, fechava um pouco a válvula do frasco e o gotejamento diminuía. O condenado acreditava que era seu sangue que diminuía. Com o passar do tempo, foi perdendo a cor e ficando mais pálido.                                                                                                 
Quando o cientista fechou por completo a válvula, o condenado teve uma parada cardíaca e faleceu, sem ter perdido sequer uma gota de sangue!                                                                                                            
Assim o cientista conseguiu provar que a mente humana cumpre, exatamente, tudo que é enviado e aceito pelo seu hospedeiro, seja positivo ou negativo e que sua ação envolve todo o organismo, quer seja na parte orgânica ou psíquica.                                                                                                                                 
História um pouco triste, mas de extrema intenção: é um alerta para filtramos o que enviamos para nossa mente, pois ela jamais distinguirá o real da fantasia, o certo do errado; simplesmente grava e cumpre o que nós lhe enviamos. 
Quem pensa que vai fracassar, já fracassou mesmo antes de tentar.
Este relato prova que: -Somos o que pensamos e acreditamos ser!                             Autor desconhecido

b) ABRINDO O CORAÇÃO PARA PENSAMENTOS POSITIVOS. Gregg Braden
Desenhista de sistemas de computação aeroespaciais e geólogo chefe da Phillips Petroleum, Gregg Braden é um cientista conhecido hoje por unir o mundo da ciência e o mundo espiritual. Bastante envolvente o que ele diz!                               
Sabemos que hoje a ciência já provou através da física quântica que somos energia e que estamos todos conectados através de nossa vibração! Deus é puro amor, é energia e por ser energia, existe por si só, jamais morre, nem desaparece, é imortal e está em todos os lugares.        E como somos a imagem e semelhança de Deus, sabemos que somos energia e hoje podemos provar isso. Somos seres espirituais e não seres feitos de matéria.                                                      
  Durante muito tempo achava-se que a menor partícula de uma célula, o átomo era feito de matéria.  Depois descobriram que na verdade a maior parte de um átomo é vácuo, então achava-se que o núcleo que é muito pequeno seria material.   Esta idéia caiu por terra quando através do uso de microscópios eletrônicos muito potentes verificou-se que o núcleo de um átomo é apenas uma energia condensada, sem ser matéria.                                                            
Mas se tudo o que existe no mundo “material” é feito de um conjunto de células, estas são feitas de átomos e se um átomo de qualquer coisa é imaterial, então...                                   
No nível microscópio, nada é material, tudo é vibração, tudo é feito de energia condensada.
Vivemos num universo de vibração e nossos corpos são feitos a partir da vibração da energia que emanamos constantemente.
O que você pensa sobre o seu corpo e a sua saúde? – Conheces o Código de Isaías ?
Apesar de pouco conhecido ainda, a descoberta do Grande Código Isaías nas cavernas do Mar Morto, em 1946, revelou as chaves sobre o nosso papel na criação divina.                           
Entre estas chaves encontram-se as instruções de um modelo “perdido” de oração, que a ciência quântica moderna sugere que tenha o poder de curar nossos corpos, trazer paz duradoura a nosso mundo e, talvez, prevenir as grandes tragédias que poderia enfrentar a humanidade.                                            
“Com as palavras de seu tempo, os Essênios nos lembram que toda a oração já foi atendida por Deus.”
Qualquer resultado que possamos imaginar e cada possibilidade que sejamos capazes de conceber, é um aspecto da criação que já foi criado e existe no presente como um estado “adormecido” de possibilidade.
A física quântica que já foi apelidada de Física das Possibilidades, por nos dizer que tudo o que imaginamos encontra-se disponível como uma das possibilidades que vamos assimilar em nossas vidas. Então só devemos “atrair” o que desejamos através do pensamento.                      
CRIAR, ATRAIR OU ACESSAR?                                                                        
A partir desta perspectiva, nossa oração baseada nos sentimentos, deixa de ser “algo por obter” e se converte em “acessar” o resultado desejado, que já está criado no mundo vibracional (quântico, atômico) das infinitas possibilidades. Ou seja, nada é impossível. Quando temos um desejo sincero, este desejo torna-se parte das nossas possibilidades futuras no nível quântico e só precisamos sintonizá-lo.                                            
Então já sabemos que a ciência atual consegue provar através da teoria quântica que pensamento é energia, que toda energia tem uma vibração e que a vibração cria o mundo material, nossos corpos e todo o restante ao nosso redor foi e continua sendo criado através das nossas mentes coletivas. – Orando acontece.
Também sabemos que a luz é uma fonte de energia, então...-A que estão conectadas as partículas de luz? Gregg Braden diz que estamos sendo levados a aceitar a possibilidade de que existe um NOVO campo de energia e que o DNA está se comunicando com os fótons por meio deste campo.                                              
EXPERIMENTO 1 - Neste experimento foi recolhida uma amostra de leucócitos (glóbulos brancos) de vários doadores. Estas amostras foram colocadas em uma sala com um equipamento de medição das alterações elétricas. Neste experimento o doador era colocado em outra sala e submetido a "estímulos emocionais“ provocados por vídeos que lhe causavam emoções.
O DNA era colocado em um lugar diferente do doador, mas no mesmo prédio.
O doador e seu DNA eram monitorados e quando o doador mostrava alterações emocionais (medidas em ondas elétricas) o DNA visualizado através de microscópios MUITO potentes expressava RESPOSTAS IDÊNTICAS E SIMULTÂNEAS.
Os altos e baixos do DNA COINCIDIRAM EXATAMENTE com os altos e baixos do doador.
O objetivo era saber a que distância poderiam estar separados o doador do seu DNA para que o efeito continuasse a ser observado. Pararam de fazer provas quando chegaram a uma distância de mais de 80 km entre o DNA e seu doador, e continuaram obtendo o MESMO resultado. -Sem diferença e sem atraso de transmissão.
O DNA e o doador tiveram as mesmas respostas ao mesmo tempo.
Mas o que isto significa? Gregg Braden diz que isto significa que as células vivas se reconhecem através de uma forma de energia sem reconhecimento antecipado.
Esta mesma energia se mantêm intacta, apesar da distância e do tempo.
Esta forma de energia é inlocalizável, mas é uma energia que existe em todas as partes e todo o tempo.
EXPERIMENTO 2 - Outro experimento foi realizado pelo Instituto Heart Math e nele se observou o DNA da placenta humana (a forma mais antiga do DNA) que foi colocado em um recipiente, onde podiam ser medidas as suas alterações. Foram distribuídas 28 amostras em tubos de ensaio para um mesmo número de investigadores previamente treinados.
Cada investigador foi treinado para gerar e EMITIR sentimentos, e cada um podia ter fortes emoções.
O que se descobriu foi que o DNA mudou de forma de acordo com os sentimentos dos investigadores.
1. Quando os investigadores sentiram gratidão, amor e estima, o DNA respondeu RELAXANDO e seus filamentos se estirando, ou seja: resultou um DNA mais longo.
2. Quando os investigadores SENTIRAM raiva, medo ou stress, o DNA respondeu SE ENCOLHENDO.
Tornou-se mais curto e muitos códigos se APAGARAM.
Com certeza, alguma vez você já se sentiu "carregado" por emoções negativas. Agora sabemos que nossos corpos também são afetados.                                                                           
Os códigos do DNA se conectaram de novo quando os investigadores tiveram sentimentos de amor, alegria, gratidão, harmonia e estima e em muitos casos houve a cura física de doenças.
Estas alterações emocionais provaram que eram capazes de ir além dos efeitos eletromagnéticos.
Os indivíduos treinados para sentir amor profundo, foram capazes de modificar a forma de seu DNA.
Gregg Braden disse que isto ilustra uma nova forma de energia, que conecta toda a criação. Esta energia parece ser uma rede tecida de forma ajustada, e que conecta toda a matéria. Essencialmente podemos influenciar essa rede de criação por meio da nossa vibração (oração – meditação).
QUESTÃO DE VIBRAÇÃO - Há mais de cinqüenta anos, em 1947, o Dr. Hans Jenny desenvolveu uma nova ciência para investigar a relação entre a vibração e sua forma. Mediante seus estudos, o Dr. Jenny pode demonstrar que a vibração produzia até geometria.
O Dr. Jenny produziu uma surpreendente variedade de desenhos geométricos, desde alguns muito complexos até outros bastante simples, em materiais como água, azeite, grafite e enxofre em pó. Cada desenho era simplesmente a forma visível de uma força invisível.              
A importância destas experiências é que, com elas, o Dr. Jenny provou, sem espaço para dúvidas, que a vibração cria uma forma previsível na substância onde é projetada. Pensamento, sentimento e emoção são vibrações que criam um transtorno sobre a matéria em que são projetados. Por esta razão precisamos tomar cuidado com o que pensamos e sentimos.
Muitas pessoas se exercitam, vão à academia, bebem muita água, comem alimentos saudáveis, mas convivem com suas raivas ou pessimismos, assistem sempre aos noticiários negativos, adoram filmes de guerra, drama e violência; suas conversas são sobre doenças, crise financeira e guerras. Estas pessoas ainda dizem nunca entender por que ficam doentes, estressadas e deprimidas. Porém nós sabemos o por que.
O alimento que ingerimos é muito importante, mas as emoções são o alimento da alma e este alimento (as emoções) tem total influência na nossa saúde e alteram completamente o nosso destino.
Que tal você ser amigo da tua alma? - Veja mais coisas engraçadas, divertidas, alegres, bonitas, românticas, interessantes, instrutivas, espiritualistas, motivacinais, otimistas...
Deixe os noticiários de lado, abomine as conversas negativas, os livros e filmes violentos e tristes. Pois que isso em nada agrega qualidade positiva em sua vida. Nada mesmo! Negativamente: tudo!
Portanto seja mais feliz, ame-se e cuide com o alimento da sua alma...(você o conhece)
Resposta: - A chave para obter um resultado entre os muitos possíveis (assimilar uma das infinitas possibilidades que nos cercam) reside em nossa habilidade para escolher nossas emoções e sentir que nossa escolha já está acontecendo. Vendo a oração deste modo, como «sentimento», nos leva a encontrar a qualidade do pensamento e da emoção que produz esse sentimento: viver como se o fruto de nossa prece já estivesse a caminho – já está acontecendo.
Se: Pensamento, Sentimento e Emoção estão sempre alinhados, - então há uma grande União.
Logo: - Se cada padrão se move em uma direção diferente o resultado é uma dispersão da energia e o resultado da sua oração vai para muito longe de você.
«...Qualquer um que diga a uma montanha: sai daí e joga-te no mar, sem vacilar em seu coração, mas acreditando que acontecerá, assim será!!!» (Marcos 11,23).
A chave para que a oração seja eficaz é a perfeita união do pensamento, do sentimento e da emoção. Portanto, se os padrões de nossa oração se centram na união, o «material» da criação responde prontamente a nossa prece.
Com que rapidez isso ocorre? - Diz Gregg Braden que alguns de "nossos cientistas" estão observando que o magnetismo da Terra está diminuindo drástica e rapidamente. Inclusive já especularam em segredo sobre uma possível alteração nos pólos magnéticos do planeta, prevista justamente para o ano em que termina o calendário maia: 2012, e as profecias hope o assinalam como o princípio de um novo começo. A tão famosa era de Aquário.                           
Diz que quanto maior o magnetismo, maior é o tempo para a manifestação no nosso mundo o que pensamos e sentimos. Por conseguinte, quanto menor o magnetismo, menor será o tempo para nos encontrarmos com a manifestação de nossos desejos, então levará menos tempo para nossos desejo se manifestarem                                                   .
Isto pode ser algo maravilhoso? – Com certeza! Ou...por outro lado: menos tempo para a manifestação de nossos medos, caso mantenhamos pensamentos negativos. Tudo depende do que você mais pensa. O que é?
Vimos que geneticamente nosso DNA muda com as freqüências que são produzidas pelos nossos sentimentos. Vimos também como é que as freqüências energéticas mais altas, que são as do Amor, impactam no ambiente, de uma forma material, produzindo transformações não só em nosso DNA, mas no ambiente que nos cerca. Isto quer dizer que você possui muito mais poder do que imaginava...                                                      
Conclusão - Portanto: Quanto mais Amor deixarmos fluir por nossos corpos, mais adaptados estaremos para enfrentar o que possa acontecer em nossas vidas.                                           
E podemos assim,conduzir todo o nosso planeta, mediante a concentração de nossos pensamentos positivos em conjunto, para o melhor futuro possível.      Extraído do livro “Awakenning to Zero Point”, Gregg Braden.

c) ESTRATÉGIAS MENTAIS
(Nada acontece por acaso, a sorte jamais existiu. Há um significado por trás de cada pequeno ato.
Talvez seja difícil vê-lo com clareza imediatamente, mas o será antes que passe muito tempo.- Richard Bach)     - O que você deve fazer de dentro para fora:
Pense sempre, de forma positiva. Toda vez que um pensamento negativo vier à sua cabeça, troque-o por outro! Para isso, é preciso uma certa disciplina mental. Você só a adquire, treinando; assim como um “atleta”, treine muito.
Outro passo é nunca ter medo de nada e ninguém. O medo é uma das maiores causas de nossas perturbações interiores.
Sentir medo é acreditar que os outros são mais poderosos. Evite dar-lhes este poder. Tenha fé em você mesmo.
Nada de queixas. Quando você reclama, tal qual um ímã, você atrai para si toda a carga negativa de suas próprias palavras. A maioria das coisas que acabam dando errado, começa ao se materializar quando nos lamentamos.
Risque a palavra “culpa” do seu dicionário. Afaste ao máximo esta sensação, pois quando nos punimos, ou aceitamos algo como castigo, abrimos nossa retaguarda para espíritos opressores e agressores, que vibram com nossa melancolia.
Ignore-os. As interferências externas jamais devem tumultuar o teu cotidiano. Livre-se de fofocas, comentários maldosos, opiniões negativas e gente deprimida. Isto é contagioso. Seja prestativo com “pessoas de bem”. Sintonize-se, envolva-se, conviva com gente positiva e de alto astral.
Evite aborrecer-se com facilidade e nunca dê tanta importância às pequenas coisas. Quando nos irritamos, envenenamos nosso corpo e nossa mente.
Procure conviver com serenidade e quando tiver vontade de explodir, contenha-se: conte até doze.
Viva o presente. O ansioso vive no futuro. O rancoroso, vive no passado. Tire proveito do aqui e agora. Jamais perca tempo com melindres e preocupações, pois elas só trazem doenças. Nada se repete, o que passou, passou. Faça o seu dia sempre valer a pena.
- O que você deve fazer de fora para dentro:
Conheces a terapia da água? A água purifica. Tem quem a defina assim: “A irmã Água é muito útil e humilde, preciosa e casta.” -Sempre que puder vá à uma praia, rio ou cachoeira. Em casa, enquanto toma banho, embaixo do chuveiro, de olhos fechados, imagine que seu cansaço físico e mental e que toda a carga negativa está indo embora por água abaixo. Ao levantar, pela manhã, tome um copo d’água.
Ande descalço quando puder, na terra, na areia ou na grama; elas aceitam suas descargas. Em casa, depois de um longo dia de trabalho, massageie seus pés com um creme apropriado. Ou então os escalde em água morna. E se desejar acrescente um pouco de sal para se descarregar.
Mantenha contato com a natureza: tenha em casa, pelo menos um vaso de plantas. Dedique seus cuidados a ele com carinho. O amor que dedicamos às plantas e animais acalma o ser humano, pois funciona como relaxante natural.
Ouça qualquer música que o faça cantar e dançar. Seja qual for o seu estilo preferido. A vibração de uma canção tem o poder de nos fazer sentir vivos, aflorando a nossa emoção e abrindo o nosso canal com alegria. Por isso o ditado: Quem canta , seus males espanta. E com karaokê é ainda muito mais fácil.
Jamais deixe que a saudade te sufoque, que a rotina te acomode, que o medo te impeça de tentar.
Liberte-se! Sempre que puder livre-se da rotina. De repente, pegue a estrada, mesmo que seja por um único dia. Conheça novos lugares e novas pessoas. Viva um pouco a sua Vida!
Diz o ditado: “Embora, mesmo quem quase morre, esteja vivo; quem quase vive, já morreu.”
O medo nos afasta das derrotas, é verdade - mas também, muito mais: das vitórias!
Gaste mais horas realizando, que sonhando; fazendo, que planejando; vivendo, que esperando os porquês.

d) PORTEIRO DO PROSTÍBULO
- Esta história é muito séria, embora o título seja meio desonroso.
Extraído de uma reportagem da Revista Veja, com o próprio empresário.
Não havia no povoado pior ofício do que 'porteiro do prostíbulo’. Mas que outra coisa poderia fazer aquele homem? O fato é que nunca tinha aprendido a ler nem escrever, não tinha nenhuma outra atividade ou ofício. Um dia, entrou como gerente do puteiro um jovem cheio de idéias, criativo e empreendedor, que decidiu modernizar o estabelecimento.
Fez mudanças e chamou os funcionários para as novas instruções. Ao porteiro disse:
- A partir de hoje, o senhor, além de ficar na portaria, vai preparar um relatório semanal onde registrará a quantidade de pessoas que entram e seus comentários e reclamações sobre os serviços.
- Eu adoraria fazer isso, senhor. - Balbuciou - Mas eu não sei ler nem escrever!
- Ah! Quanto eu sinto! Mas se é assim, já não poderá seguir trabalhando aqui.
- Mas senhor, não pode me despedir, eu trabalhei nisto a minha vida inteira, não sei fazer outra coisa. - Olhe, eu compreendo, mas não posso fazer nada pelo senhor. Vamos dar-lhe uma boa indenização e espero que encontre algo que fazer. Eu sinto muito e que tenha sorte.
Sem mais nem menos, deu meia volta e foi embora. O porteiro sentiu como se o mundo desmoronasse. Que fazer?
Lembrou que no prostíbulo, quando quebrava alguma cadeira ou mesa, ele a arrumava, com cuidado e carinho. Pensou que esta poderia ser uma boa ocupação até conseguir um emprego.
Mas só contava com alguns pregos enferrujados e um alicate mal conservado.
Usaria o dinheiro da indenização para comprar uma caixa de ferramentas completa.
Como o povoado não tinha casa de ferragens, deveria viajar dois dias em uma mula para ir ao povoado mais próximo para realizar a compra. E assim o fez.
No seu regresso, um vizinho bateu à sua porta:
- Venho perguntar se você tem um martelo para me emprestar.
- Sim, acabo de comprá-lo, mas eu preciso dele para trabalhar ... já que..
- Bom, mas eu o devolverei amanhã bem cedo.
- Se é assim, está bom.
Na manhã seguinte, como havia prometido, o vizinho bateu à porta e disse:
- Olha, eu ainda preciso do martelo. Porque você não o vende para mim?
- Não, eu preciso dele para trabalhar e além do mais, a casa de ferragens mais próxima está a dois dias de viagem sobre a mula.
- Façamos um trato - disse o vizinho. -Eu pagarei os dias de ida e volta mais o preço do martelo, já que você está sem trabalho no momento. Que lhe parece?
Realmente, isto lhe daria trabalho por mais dois dias.... aceitou. Voltou a montar na sua mula e viajou.
No seu regresso, outro vizinho o esperava na porta de sua casa.
- Olá, vizinho. Você vendeu um martelo a nosso amigo.
Eu necessito de algumas ferramentas, estou disposto a pagar-lhe seus dias de viagem, mais um pequeno lucro para que você as compre para mim, pois não disponho de tempo para viajar para fazer compras. Que lhe parece?
O ex-porteiro abriu sua caixa de ferramentas e seu vizinho escolheu um alicate, uma chave de fenda, um martelo e uma talhadeira. Pagou e foi embora. E nosso amigo guardou as palavras que escutara: 'não disponho de tempo para viajar para fazer compras'.
Se isto fosse certo, muita gente poderia necessitar que ele viajasse para trazer as ferramentas.
Na viagem seguinte, arriscou um pouco mais de dinheiro trazendo mais ferramentas do que as que havia vendido.
De fato, poderia economizar algum tempo em viagens.
A notícia começou a se espalhar pelo povoado e muitos, querendo economizar a viagem, faziam encomendas.
Agora, como vendedor de ferramentas, uma vez por semana viajava e trazia o que precisavam seus clientes.
Com o tempo, alugou um galpão para estocar as ferramentas e alguns meses depois, comprou uma vitrine e um balcão e transformou o galpão na primeira loja de ferragens do povoado.
Todos estavam contentes e compravam dele. Já não viajava, os fabricantes lhe enviavam seus pedidos, pois ele era um bom cliente.
Com o tempo, as pessoas dos povoados vizinhos preferiam comprar na sua loja de ferragens, a ter de gastar dias em viagens. Um dia ele lembrou de um amigo seu que era torneiro e ferreiro e pensou que este poderia fabricar as cabeças dos martelos. E logo, por que não, as chaves de fendas, os alicates, as talhadeiras, etc ...
E após foram os pregos e os parafusos...
Em poucos anos, nosso amigo se transformou, com seu trabalho, em um rico e próspero fabricante de ferramentas.
Um dia decidiu doar uma escola ao povoado. Nela, além de ler e escrever, as crianças aprenderiam algum ofício.
No dia da inauguração da escola, o prefeito lhe entregou as chaves da cidade, o abraçou e lhe disse:
- É com grande orgulho e gratidão que lhe pedimos que nos conceda a honra de colocar a sua assinatura na primeira página do livro de atas desta nova escola.
- A honra seria minha - disse o homem. Seria a coisa que mais me daria prazer, assinar o livro, mas eu não sei ler nem escrever, sou analfabeto.
- O Senhor?!?! - Disse o prefeito sem acreditar.
O senhor construiu um império industrial sem saber ler nem escrever? Estou abismado. Eu pergunto:
- O que teria sido do senhor se soubesse ler e escrever?
- Isso eu posso responder. - Disse o homem com calma.
- Se eu soubesse ler e escrever... ainda seria o PORTEIRO DO PUTEIRO!!!
=> Geralmente as mudanças são vistas como adversidades. As adversidades podem ser bênçãos.
As crises estão cheias de oportunidades. Se alguém lhe bloquear a porta, não gaste energia com o confronto, procure as janelas. Lembre-se da sabedoria da água:
'A água nunca discute com seus obstáculos; ela os contorna'.
Que a sua vida te seja cheia de vitórias, não importa se serão grandes ou pequenas, o importante é comemorar cada uma delas. Quando você quiser saber o seu valor, procure pessoas capazes de entender seus medos e fracassos e,acima de tudo, reconhecer suas virtudes.
Isso realmente é verídico e foi contado por um grande industrial chamado Tramontina ...

e) MEU CORAÇÃO e MINHA LÍNGUA
Meu coração e minha língua fizeram um trato: quando meu coração estiver enfurecido, minha língua guardará silêncio.
As palavras respondem aos sentimentos, e os sentimentos às ideias. Pois só é possível dominar nossas palavras quando somos senhores de nossos sentimentos; e estes sentimentos irão se acalmando segundo a força de nossas idéias.
Um coração indomável, sempre responderá com palavras violentas e ferinas; a um coração fechado em si, sucederão palavras e atitudes que depreciam os demais.
Por conseguinte, me calarei quando meu coração estiver perturbado e exaltado; nada falarei, pois seguramente me arrependerei do que disser ou, pelo menos, do modo como o disser, ou do momento em que o disser.
Se em geral o coração não costuma ser bom conselheiro, menos o será quando lhe estiver faltando a paz ou deixar de ser senhor de si mesmo. Autor desconhecido

f) QUATRO VELAS e UMA CRIANÇA
Quatro velas estavam queimando calmamente. O ambiente estava tão silencioso que podia-se ouvir o diálogo que travavam:
A primeira vela disse: - Eu sou a Paz! Apesar de minha luz as pessoas acham impossível manter-me, acho que vou apagar. E diminuindo devagarzinho, apagou-se totalmente.
A segunda vela disse: - Eu me chamo Fé! Infelizmente as pessoas acham que sou muito supérflua. E elas desistem de mim. Fica sem sentido continuar queimando.
Ao terminar sua fala, um vento leve bateu sobre ela, e ela se apagou. Falando baixinho e com tristeza a terceira vela se manifestou:
- Eu sou o Amor! Perdi as forças para queimar. As pessoas estão me deixando de lado, só conseguem se enxergar, esquecem até daqueles à sua volta que as amam. E sem demora apagou-se.
De repente... entrou uma criança e viu as três velas apagadas.
- Que é isto? Vocês deviam queimar e ficar acesas até o fim.
Dizendo isso começou a chorar. Então a quarta vela falou:
- Não tenha medo criança, enquanto eu queimar podemos acender as outras velas, eu sou a Esperança.
A criança com os olhos brilhantes pegou a vela que restava e acendeu todas as outras...
"Que a vela da esperança nunca se apague dentro de nós; rezava enquanto as acendia."
- } Um outro dia esta criança sonhou que conseguiu uma entrevista com Deus:
- Entra! disse o bom Deus. - Então queres entrevistar-me?
- Isso também, respondeu. Se o Senhor puder dispensar algum tempo para mim...
Ele sempre sorrindo, disse:
- O meu tempo é infinito e chama-se eternidade, chega para tudo! O que queres saber?
- Nada que seja muito difícil meu Deus. Quero saber o que é que o Senhor acha mais divertido nos seres humanos?
Ele respondeu: - Eles se enjoam logo de serem crianças. Têm pressa para crescer, e depois suspiram por voltar a serem crianças... Primeiro abusam das coisas e perdem sua saúde para ter dinheiro e logo em seguida, perdem todo esse dinheiro para ter saúde... Pensam tão ansiosamente no futuro que se descuidam completamente do presente, e assim, nem vivem o presente e muito menos o futuro...
Vivem como se fossem morrer logo; e acabam morrendo sem terem vivido! - Autor desconhecido

g) O SENTIDO DA RIQUEZA
Um dia, um pai de família rica levou seu filho pequeno para viajar pelo interior, com um único propósito: o de mostrar a ele o quanto as pessoas podem ser pobres. O objetivo era convencer o filho da necessidade de valorizar os bens materiais que possuía, o "status", o prestígio social, queria desde cedo passar esses valores para seu herdeiro.
Eles passaram um dia e uma noite numa pequena casa de taipa, de um morador da fazenda de seu primo. Quando retornaram da viagem o pai perguntou ao filho:
- Ai filho, o que achou da viagem ?
- Ahh papai; eu gostei muito, mesmo!
- Você conseguiu ver a diferença entre viver na riqueza e viver na pobreza?
- Sim, papai, agora eu sei.
- Pois bem, me diga o que você aprendeu?
O filho respondeu:
- Percebi que nós temos um cachorro em casa, e eles têm quatro. Nós temos uma piscina que ocupa a metade do jardim, eles têm um riacho que não tem fim. Nós temos uma varanda coberta e iluminada com lâmpadas, eles têm a lua e infinitas estrelas. Nosso quintal vai até o portão de entrada, eles tem uma floresta inteira. Nós temos ar condicionado, o ar deles é uma brisa natural. Nós usamos aromas de cheiro, eles podem escolher o perfume das flores.
Quando o pequeno garoto acabou de responder, seu pai estava perplexo.
O filho acrescentou: -Muito obrigado Papai, por me mostrar o quão "pobre" nós somos!

h) SEU MAIOR TESOURO
Diz a lenda que, certa vez, um homem caminhava pela praia numa noite de lua cheia.Pensava desta forma: "Se tivesse uma casa grande, seria feliz". 
"Se tivesse um excelente trabalho, seria feliz. 
Se tivesse uma companheira perfeita, seria feliz".
Nesse momento, tropeçou numa sacolinha cheia de pedras; pegou-a e começou a jogar as pedrinhas, no mar, enquanto dizia: "Ahh, eu seria feliz se tivesse..."
Assim continuou fezendo até que na sacolinha, restou somente uma pedrinha, que decidiu guardar.
Ao chegar em casa, pegou-a e percebeu que aquela pedrinha tratava-se de um diamante muito valioso.
Já imaginou quantos diamantes ele jogou no mar, sem parar para pensar?
Quantos de nós vivemos jogando fora nossos preciosos tesouros por estar esperando o que acreditamos ser perfeito; ou sonhando e desejando o que não temos, sem dar valor ao que já temos perto de nossas mãos?
Olhe ao teu redor e, se você parar para observar, perceberá quão afortunado você é. Muito perto de ti está tua felicidade.
Observe as pedrinhas; uma delas pode ser o seu diamante valioso.
Cada um de nossos dias pode ser considerado um diamante precioso e insubstituível. Depende de nós aproveitá-lo ou lançá-lo ao mar do esquecimento sem nunca mais poder recuperá-lo.  - Tem um ditado que diz: Toda caminhada começa com o primeiro passo, depois disso, o céu é o limite.

i) VALORES FAMILIARES
É do nosso conhecimento e é nossa tradição enfatizar a família como formadora dos valores humanos e cristãos.                       
É em família, com nossos pais, que aprendemos o sentido cristão da nossa existência e traçamos o nosso projeto de vida como pessoa.
“Se vos amardes uns aos outros, todos conhecerão que sois meus discípulos.” - São João.      
Para nos tornarmos verdadeiros, aprendamos com os exemplos familiares e este exemplo passa a ser nosso testemunho.
Para tal, usamos da motivação, que são os motivos que nos põem em ação. Os principais são a fraternidade e os valores cristãos, aprendidos na família. Alí valorizamos o matrimônio e as famílias, valores fundamentais para o ser humano. As famílias ainda são o molde da justiça, da honestidade e da reta conduta moral. São a fonte dos bons princípios, que nos movem às realizações, ao sucesso.
Para firmamos esta tradição, façamos uma comparação entre o ambiente externo e o ambiente familiar:
O ambiente externo se caracteriza por construções frias: de cimento, de tijolos; como abrigo da chuva, do suor e do frio;
-O ambiente familiar é o abrigo do medo, da dor e da solidão; pois é embasado na construção de valores e princípios.
No ambiente externo as pessoas procuram lugares para dormir, usar o banheiro, se esconder, se alimentar;
- Ambiente familiar é o lugar onde refazemos nossas energias, recarregamo-nos de amor, alimentamo-nos de afeto e encontramos a compreensão no conforto do acolhimento.
O ambiente externo é onde se retarda a hora da chegada e se tem pressa para sair;
- Ambiente familiar é onde ansiamos estar, temos pressa de chegar e retardamos a hora de sair.
É no ambiente externo onde são criados e alimentados problemas, como ganância e egoísmo;
- Ambiente familiar é o centro da resolução de todos os problemas, pois aí temos caridade e partilha.
No ambiente externo encontramos pessoas que mal se cumprimentam e apenas se suportam;
- No ambiente familiar vivem companheiros que mesmo nas divergências se apóiam, se perdoam e aproveitam as lutas para se solidarizarem.
Ambiente externo é o local onde se acumulam conflitos, dissensões, disfarces, discórdias;
- Ambiente familiar é onde tudo fica simples, tudo é esclarecido, tudo é perdoado e tudo nos engrandece.
Ambiente externo é o lugar onde nascem motivos para muitas lágrimas e desânimos;
- Ambiente familiar é onde plantamos e cultivamos o sorriso, o entusiasmo e bem estar.
No ambiente externo encontramos distorções que nos oprimem e sufocam;
- No ambiente familiar encontramos o amor da boa acolhida, a fé do otimismo que aconchega .
No ambiente externo podemos encontrar azedume e destrato sobre nosso modo de vida;
- No ambiente familiar somos: “sal e luz”, vivemos em paz e sempre há lugar para a alegria.
No ambiente externo geralmente desdenham dos nossos valores cristãos
- O ambiente familiar é onde, juntos, nos conscientizamos e nos fortalecemos na fé.
Convocamos as pessoas que ainda tem dúvidas; ou sofrem fortes influências do ambiente externo, a transformá-lo com urgência em ambiente familiar.
Para tal desejamos que os sentimentos do perdão, da paz e do amor continue sendo uma constante em todos os corações, já que é na família que elaboramos o nosso projeto de vida.
É numa verdadeira família que o ser humano, ainda criança, conhece o real sentido da sua existência.
É na família que descobrimos que há esperança na nossa caminhada. Ela é a luz no horizonte.
A família foi pensada como conseqüência da união sagrada e abençoada do homem e da mulher. E como tal sempre brilhará como sinal e como exemplo de amor em todos os cantos da terra.
Quando Jesus nasceu formou a Sagrada Família. E ao escolher viver em família, santificou a família humana.
Recordemos os três pilares da família: unidade, indissolubilidade e fecundidade.
Para tal necessitamos de um homem para ser o pai, de uma mulher para ser a mãe e de uma criança para ser o filho. É neste tripé que vemos como se constitui uma família natural.
“ Meu Filho... sabíeis que teu pai e eu estávamos aflitos te procurando?” – passagem bíblica.
- Palavra do Papa: “A essência da família e seus deveres são definidos pelo amor. É por isso que a família recebe a missão de guardar, de revelar e de comunicar o amor, reflexo vivo e participação real do amor de Deus para com a humanidade e do amor de Cristo Senhor para com a Igreja.” - Familiaris Consortio, 17
Porém sabemos que existem muitas famílias boas e conscientes, mas que se envergonham de viverem em um mundo onde são desprezadas e, muitas vezes até são alvo de gozação.
Sabemos também do empenho de pessoas, instituições, TVs, etc em atacar os valores do matrimônio e das famílias. Isso causa graves danos ao plano humano, social e religioso. Há que se evitá-los sempre que for possível.
Embora alguns insistam em negar, a família ainda é a real fonte do amor e da vida.

Nenhum comentário: